A pluralidade e a inovação são fatores que marcam a Culinária dos Estados Unidos da América!

9 jul 2018
mucio
97
0

Hoje, 09 de julho de 2018, retomaremos as nossas atividades com planejamentos de publicações para mais um mês, mesmo sendo um momento de férias para todos os estudantes. Buscaremos nos dias de segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira trazer matérias com temas que podem ser bastante úteis nesse momento em que estamos tendo um contato cada vez maior com a nossa casa: a culinária. Aprender um pouco do assunto é estritamente importante no período em que vivemos, e saber um pouco mais de como o mesmo é tratado em outros países, como é aplicado juntamente com outras culturas é essencial. No decorrer das semanas poderemos esclarecer muitas dúvidas do público e descobrir dezenas de curiosidades sobre o tema e a sua magnitude, mas, precisamos dar início a nossa série de publicações com um dos representantes do continente americanos, vamos ter a oportunidade de destrinchar a Culinária dos Estados Unidos da América. Os Estados Unidos possui uma população altamente miscigenada, com descendência de diversos povos dos mais variados cantos do mundo, então podemos esperar nada mais nada menos do que uma culinária altamente misturada, plural e desenvolvida, com influências de muitas culturas.

Dentre essas muitas, os principais exemplos de influências que o país recebe provém dos índios norte-americanos, os descendentes dos franceses no território estadunidense, a culinária texana com uma pitada de mexicana e a sulista que na maioria das vezes é tratada como uma culinária dos negros do país. Um pouquinho de todos esses ingredientes e de todas essas culturas geram o que podemos enxergar nitidamente hoje em dia: a culinária altamente plural dos Estados Unidos. É perceptível de que em cada canto do país existe uma realidade diferente e a união de tudo isso só deixa a nação mais diversa e rica nesses aspectos.

No entanto, existem receitas que mesmo possuindo outras origens acabaram se tornando um ícone e uma marca do país e da cultura estadunidense. Dentre esses exemplos podemos citar o hambúrguer, que cresceu abruptamente no século XX através das mais variadas empresas do país. Além do hambúrguer que é tratado como a marca do país para todo o mundo graças ao sucesso das empresas estadunidenses no ramo, podemos citar também outras receitas que são marcadas no coração da maioria dos turistas e visitantes da nação, o brownie por exemplo, e até mesmo o peru que é bastante tradicional por ser servido normalmente no Dia de Ação de Graças, ou Thanksgiving Day, como é conhecido pelos próprios. Os pedacinhos de frango frito, os cookies que são biscoitos com gotas de chocolate, a torta de maçã e até mesmo o famoso hot dog são outras receitas do cotidiano do povo estadunidense que não ficam para trás, é de dar água na boca.

Os Estados Unidos é reconhecido internacionalmente pelo seu sistema de fast-food, o que acaba sendo sinônimo de uma vida estressante, onde as pessoas não tem tempo para fazerem a sua própria comida e optam por comprar o seu alimento de forma rápida e precisa. Mesmo sendo muito criticado, o sistema é bastante útil e reconhecido por todo o mundo. Além de gerar um nível de obesidade que só cresce no país, é uma alternativa na qual as pessoas insistem graças a velocidade das suas rotinas, com trabalhos incessantes e entre outros fatores. Apesar disso, os Estados Unidos acabam sendo reconhecidos por suas diversas invenções ou adaptações a comidas de outros países, que graças a influência das suas empresas, acaba sendo rapidamente espalhadas por todo o mundo.

Em relação aos aspectos mencionados anteriormente, podemos ter uma noção do quanto os Estados Unidos da América são importantes na área da culinária, tanto pela variedade e pluralidade das opções e das culturas que abrangem quanto pela influência que consegue ter não somente no seu país, mas em todo o mundo. Mesmo possuindo uma culinária baseada em culturas de outros povos, a nação acaba se destacando por selecionar todas essas ideias e adaptar ou amplificar cada vez mais de certa forma que se tornem tendência e isso se espalhe por todo o globo, daí podemos notar um pouco do segredo dos Estados Unidos, que ainda se encontrar no topo da nossa classe unimultipolar, e graças a isso, consegue amplificar seu domínio até mesmo na culinária. A nossa publicação de hoje vem chegando ao fim, mas vale salientar que voltaremos na quarta-feira com mais uma matéria de dar água na boca voltada ao tema em outro país ou região, fiquem ligados!