Estudantes da ETEPAM no segundo lugar do projeto Turbinados

10 jan 2018
Nilkelly Dornelas
305
0

Nesta última terça-feira, 9, ocorreu a premiação do projeto Turbinados: Maratona Criativa do Turismo do Futuro, a cerimônia ocorreu no Centro de Convenções e a ETEPAM foi muito bem representada por um time de três estudantes do terceiro ano que ficaram em segundo lugar na categoria de Escolas Técnicas, Vinícius Lima, Aline Bandeira e Gabriel Araújo, estes dois últimos colaboradores dos Centro de Inovação da ETEPAM, juntamente com a professora mentora Lucineide Ribeiro. Promovido pela Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer de Pernambuco, o principal intuito do projeto é promover a integração de jovens criativos e empreendedores com o turismo do futuro no estado, dividido em três etapas, as equipes finalistas apresentaram seus respectivos trabalhos e receberam suas premiações com as três primeiras colocações.  

O projeto desenvolvido pelos estudantes da ETEPAM foi o aplicativo VaiLá que visava despertar o interesse e promover o conhecimento dos visitantes para com os pontos turísticos da região. Ele ajuda os turistas a irem para lugares próximos à sua localidade de maneira mais simples, prática e divertida, podendo o mesmo selecionar o ponto desejado e receber informações específicas sobre ele, como o horário de funcionamento, e também culturais, gastronômicas e artesanais. O app conta com muitas outras atribuições. 

Tivemos a oportunidade de entrevistar uma estudante que compôs o Team Tourism, assim chamada a equipe criadora do VaiLá, que conta um pouco sobre a experiência vivenciada no Turbinados. 

Aline Bandeira, de 18 anos, cursa o terceiro ano de logística e diz para ela foi uma experiência muito gratificante, pois além de conhecer outros projetos durante a caminhada, pôde adquirir bastante conhecimento e levar essa bagagem para sua vida.  “Foi bem complicada a questão de fazer escolha difíceis como o nome do aplicativo e como de fato ele funcionaria e para isso tivemos várias reuniões que ajudaram bastante no decorrer do projeto.” E assegura, que de modo geral, foi edificante e único.