• São João ETEPAM 2017

    22 junho 2017
    875 Visualizações
    19433824_1599826153363468_1351810587_n

    Hoje, dia 22 de junho de 2017, na Escola Técnica Estadual Professor Agamemnon Magalhães (ETEPAM) ocorreu a comemoração da festa de São João, como todas as demais festas, não pôde faltar o forró. Foi um dia incrível, energia a mil e o mais importante: muitíssima diversão para todos os que estavam presentes.

    Como todos os anos a direção juntamente com os professores e funcionários proporcionam aos alunos uma festança de São João e esse ano não foi diferente, a festa foi boa demais, com um toque especial, cada ano vamos aprimorando os detalhes que estavam faltando. Incrível como os anos passam rápido e como ainda mantemos a chama acesa, pois a cada ano as energias se renovam e nós aproveitamos para nos divertir neste clima animado, nestas coisas boas que vivemos e não podemos desperdiçar.

    Como todo bom nordestino vivemos a magia do São João intensamente, é uma força que nos move, é uma alegria contagiante, é um sonho real e que sonhamos acordados. O espírito do São João é muito forte e precisamos mostrar a todos o quão bom é festejar.

    Tivemos as apresentações dos alunos, cada sala ficou responsável para ensaiar uma coreografia ou até mesmo criar uma, também tiveram que montar um painel relacionado ao São João. E mais uma vez todas as salas arrasaram, todos ficaram surpresos com a desenvoltura deles, um contentamento de toda a escola e principalmente quem acompanhou os preparativos para que tudo isso ocorresse de forma perfeita, foram muitas dificuldades, mas felizmente deu tudo certo, eles se apresentaram e foi esplendido, ótimo, maravilhoso.

    Se fossemos dar uma nota, com toda certeza seria nota mil, quem não foi perdeu o espetáculo e quem foi ganhou, pois pôde ver o que se é possível fazer quando estamos unidos, quando estamos em harmonia é maravilhoso e essa sintonia reflete em nossos olhos e também nos olhos de quem pôde contemplar.

    Foi um festejo “bão demais” e todo nós ficamos muitíssimos felizes, graças a união deu tudo conforme o planejado, quer dizer, foi muito melhor do que o esperado. Que saibamos valorizar a nossa cultura e festejar o São João em paz, vamos celebrar essa festa animada e alegrar aos outros com essa energia positiva, comemore quem você queira, o importante é se divertir e tudo dará certo, só espere. Viva essa energia prazerosa e vamos em frente. Feliz São João!

    Continue Lendo
  • Palestra sobre o MedioTec

    13 junho 2017
    282 Visualizações
    Edit

    Hoje, 13 de junho de 2017, a Escola Técnica Estadual Professor Agamenon Magalhães recebeu a visita ilustre de diversos estudantes do ensino médio, que estudam em escola regular e que podem se interessar em fazer os cursos do MédioTec. Inicialmente, Sandra Domitilia, gestora da ETEPAM, deu as boas-vindas aos estudantes e apresentou como funciona o dia-a-dia das pessoas que permanecem integralmente na instituição, em seguida, os estudantes, Tatiane Andrade e Eduardo Vinícius apresentaram toda a estrutura da ETEPAM e o funcionamento de cada uma das salas. Após isso, os protagonistas de todas as turmas apresentaram a instituição fisicamente, levando todos os visitantes em todos os cantos da ETEPAM. É bom ressaltar o verdadeiro objetivo do MedioTec, que é conquistar os estudantes de ensino apenas pela manhã e trazê-los para que façam um curso técnico no período da tarde, no seu segundo ano do ensino médio, sendo aberta as inscrições no período de agosto. Também é bom relembrar que o projeto é coordenado por cinco ministérios e todos desejam avidamente que dê certo pelo contrato social que oferece, de pegar pessoas em um caminho complicado e transforma-las ao mercado de trabalho, mudando a perspectiva de diversos estudantes. Avisamos de antemão, que vamos fazer o possível para que dê certo e contribuir bastante para que essas pessoas se sintam bem durante este tempo que passarão junto conosco.

     

     

     

     

    Continue Lendo
  • Relação dos alunos classificados para a segunda fase da OBMEP 2017

    12 junho 2017
    449 Visualizações
    mat_obmp

    No dia 06 de junho, a Escola Técnica Estadual Professor Agamenon Magalhães recebeu a prova da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas realizada pelos seus estudantes, mediante a isso, devemos ressaltar que todos deram o melhor de si na realização da cada uma das questões, tendo assim, um mérito por ter feito a prova. Passando ou não, todos os estudantes estão de parabéns por ao menos ter tentado, e aos que passaram, desejamos boa sorte na segunda fase! Sem mais delongas, vamos aos classificados que representarão a nossa instituição na Olimpíada.

    Relação dos alunos classificados para a segunda fase da OBMEP 2017:

     

    Aluno  –  Ano  –  Pontuação

    Kaio Ramos Lins – 3° ano – 12

    Johnny Herbert Muniz Nunes – 3° ano – 11

    Paulo Matheus dos Santos Melo – 2° ano – 10

    Erik Pereira da Silva – 1° ano – 10

    Valdeci Alexandre C. de Souza – 1° ano – 10

    Diego Aguiar de Carvalho – 2° ano – 09

    Augusto Shigeru Dias Setoue – 2° ano – 09

    Alisson Gonçalves da Silva – 1° ano – 09

    José Ronaldo Marques Júnior – 1° ano – 09

    Mileny Larissa Candido da Silva – 1° ano – 09

    Tamara Mayara Ramos Teobaldo – 1° ano – 09

    Rinaldo Gomes de Lima Ferreira – 1° ano – 08

    Rayanne Thainá de Oliveira Santos – 1° ano – 08

    Silvio José Rozendo de Oliveira – 1° ano – 08

    Lucas Araújo Chaves – 3° ano – 08

    Luiz Felipe da Silva Melo – 3° ano – 08

    Guilherme Rodrigues W. de Oliveira – 3° ano – 08

    Yasmin Mirella Silva Criôlo – 3° ano – 08

    Lyandra Vitória da Silva Brito – 2° ano – 08

    José Samuel da Conceição – 1° ano – 07

    Eloíze Alanna da Silva – 1° ano – 07

    Hebert Richard Cesar Sales – 1° ano – 07

    Jéssica Priscila Cerqueira B. Mendes – 1° ano – 07

    Ana Carolina da Silva – 2° ano – 07

    Vinicius Santos Pessoa – 2° ano – 07

    Creuza Gabriella M. da Silva – 2° ano – 07

    André Filipe O. Figueiredo – 2° ano – 07

    Andrey Lucas Rodrigues da Silva – 3° ano – 07

    João Vitor Ângelo Pereira – 2° ano – 07

    Milena Lane Amorim Santos – 3° ano – 07

    Luana Carine Melo Farias – 3° ano – 07

    Liliane Silva Chagas – 2° ano – 06

    Rayara Azevedo Nogueira da Silva – 2° ano – 06

    Thaylly Suane Santos Ramos – 2° ano – 06

    Nilkelly V. Dornelas de Souza – 2° ano – 06

    Marcos Antônio Bezerra Vila Bela – 2° ano – 06

    Micaelly França de Araújo – 2° ano – 06

    João Mateus Gonçalves da Siva – 1° ano – 06

    Elton Paulo Rodrigues – 1° ano – 06

    Jhemerson Felipe Costa da Silva – 1° ano – 06

    Leônidas Dantas de Castro Netto – 1° ano – 06

    Yago Pontual Ribeiro – 1° ano – 06

    Paloma Machado Farias Cysneiro – 3° ano – 06

    Lyncoln Cabral Rosa da Silva – 3° ano – 06

    Anthony Philipe Nunes Silva – 3° ano – 06

    Continue Lendo
  • Palestra sobre a Leucemia e a Asparaginase

    7 junho 2017
    824 Visualizações
    mat_asparaginase

    Hoje, quarta-feira, 07 de junho de 2017, a Escola Técnica Estadual Professor Agamenon Magalhães acompanhou das 15:00 às 17:00 uma palestra que abordou diversos temas relacionados a Leucemia e a Asparaginase. Os palestrantes, Rayanne Santos e Geraldo Maia tiveram um debate muito interessante com todos os estudantes e professores da instituição, Rayanne contou toda a história, o antes de descobrir a doença, o desenvolvimento do seu tratamento e todos os malefícios provocados por algumas quimioterapias, contou todo o processo até a sua cura completa da doença. Após todo o relato da estudante, Geraldo Maia tomou o seu lugar conversando sobre a Asparaginase Chinesa e o ato do governo em ter substituído a Asparaginase Alemã pela própria, explicou que enquanto a Chinesa só tem eficácia comprovada com animais a Alemã possui uma eficácia em crianças, e toda a ignorância que o governo teve ao julgar a vida de 4.000 crianças por uma economia de 25 milhões de reais, e para o estado de Pernambuco 100 mil. Após a palestra, nós tivemos uma conversa dinâmica, onde ambos ressaltaram as suas posições e explicaram o significado da Leucemia e da Asparaginase, doença e quimioterapia respectivamente, e mostraram o significado atual de lutarmos contra a posição que passa por cima da lei. Nós devemos ressaltar que a vida de crianças é mais importante do que uma singela economia, não podemos admitir a decisão, nós podemos continuar falando sobre a importância da vida e da felicidade dessas crianças, a dificuldade é enorme durante o tratamento, os presentes puderam saber, mas seria maior ainda se o tratamento fosse fadado a uma piora, não podemos continuar no duvidoso quando podemos optar pelo certo.

    Continue Lendo
  • Hoje é dia de conscientização

    5 junho 2017
    61 Visualizações
    mat_meio_ambiente

     

    O meio ambiente, atualmente, é visto como um tema “clichê”, muitos não se importam ou não mesmo suportam ouvir falar sobre o tema ou discutir sobre o assunto, visando toda essa dificuldade, e esse tabu que, infelizmente, ainda existe, viemos debater sobre a necessidade que ainda hoje existe de conversar sobre esse tema. Por mais que seja abordado em todos lugares e espaços da sociedade, nós continuamos presenciando diversas dificuldades provocadas por pura falta de educação da sociedade e inércia de setores do governo responsáveis, mas, ressaltando, quando existem problemas que afetam o meio ambiente como um todo, todos nós somos culpados, quem fez é culpado de ter feito, e quem viu e ignorou é culpado de ter se omitido. Mas enfim, por mais que seja um conteúdo avidamente discutido, nós continuamos enfrentando diversos problemas, damos o exemplo do lixo jogado na rua, para o “jeitinho brasileiro” esse tipo de ato é feito por todos, então faz com que nos perguntemos, “por que não fazer também? ”, e de um em um, os bueiros e as ruas ficam recheadas de lixo, aumentando o dano de uma simples chuva, atrapalhando nós mesmos. Dá para perceber que mesmo sendo uma coisa cotidiana, falar de meio ambiente para a maioria das pessoas é “entrar por um ouvido e sair pelo outro”, as pessoas ouvem e continuam persistindo no erro, essas mesmas pessoas não se importam quando veem o número do desmatamento crescer, a taxa de queimadas aumentar, o nível dos mares e a nossa, para os nordestinos, querida temperatura.

    Diversos fatores que nós podemos citar explicam as situações descritas no outro parágrafo, o principal é o aumento de índices de poluição patrocinado por diversos países que estão em colocações bastante avançadas quando se fala do Produto Interno Bruto, por isso mesmo, alguns não tem humildade suficiente para admitir o erro e superar. Todos esses fatores causam também o famoso buraco na camada de Ozônio que aumenta a temperatura, isso causa o derretimento das geleiras que provoca o aumento do nível do mar que acaba prejudicando os países que estão um nível abaixo ao mar, no nosso país podemos ressaltar o Rio de Janeiro, a própria cidade que é próxima ao mar e por mais alguns anos continuando nessa margem de poluição incessante de alguns países orgulhosos, acabaria por ser prejudicada e tomada pelas águas. Atualmente, nós podemos vislumbrar o Acordo de Paris que assinado por diversos países, prometem abaixar com as emissões de carbono provocada pelos principais países do mundo, a alguns dias atrás, o atual presidente dos Estados Unidos Donald Trump decidiu revogar a posição do país e sair do acordo, isso gerou uma mobilização por todo o mundo, os Estados Unidos sendo um dos principais países poluidores do planeta com um ato assim pode desencadear atos semelhantes por mais países que estão alimentados pela ganancia de não acalmar um pouco mais a sua economia, sendo algo extremamente grave na nossa situação, hoje, devemos decidir qual o futuro nós queremos para o nosso planeta se é um futuro curto alimentado por muitas riquezas e lucros, ou um futuro duradouro acompanhado de uma estagnação nos meios poluidores e a criação de uma forma inovadora e sustentável de movimentar as nossas economias. As consequências nós já visualizamos no decorrer do texto, o empobrecimento natural de um mundo tão vasto e a vida de diversas pessoas mudando bruscamente em prol de uma coisa que poderia ser evitada por uma melhor educação que todos poderiam dar em sua própria casa.

    Em relação aos aspectos mencionados na matéria, podemos ressaltar a necessidade que ainda existe de falar do meio ambiente, um modelo sustentável de mundo precisa ser feito urgentemente para que nada seja prejudicado. A maioria dos países devem se juntar e se unir em prol de um desenvolvimento sustentável que preserve as riquezas naturais do mundo. A conscientização deve ser feita, inicialmente em nossa casa e, em seguida, em todos os meios e caminhos da sociedade, devemos aprender um novo jeito de cuidar da nossa cidade, denunciar todas as formas de acumular mais lixo nas ruas, ou problemas piores feitos por pessoas que julgam não ser “nada”, mas que, infelizmente, causa muitos problemas sim! É necessário nos ficarmos alertas ao proposito que é exigido quando se fala do meio ambiente, todos nós, e absolutamente, todos, devemos nos responsabilizar em ser agentes modificadores da forma em que o conteúdo é tratado atualmente, é importante sim, continuarmos falando, queiram ou não queiram, esse é um assunto que deve ser discutido em qualquer dia, hora e lugar. Muito se fala dos desastres que acontecem, mas o que realmente fazemos para modificar esse ciclo? Os desastres acontecem, como aconteceu em Mariana-MG, será que ainda falamos sobre isso? Bem, acho que não, a lama continua lá, e o momento em que modificar a foto de perfil no facebook estava na moda já passou, a empresa por um lado está impune e todos já esqueceram. Nós muitas vezes só prestamos atenção em assuntos importantes quando nos é conivente, não devemos ser assim, a todo o momento devemos ressaltar esses assuntos importantes. Se querem saber, se falamos tanto e os problemas continuam escancarados para todos, imaginem se por algum acaso não fizéssemos nada a respeito? “Pensai o melhor de mim, buscai o melhor de mim, farei o melhor de mim, para o que precisar o mundo”, frase tão repetida por alguns, e pouco posta em prática, mas, sobretudo, devemos nos transformar na mudança, e assim, ansiar por dias melhores.

     

    Continue Lendo