O perigo do Cyberbullying e como combatê-lo

14 nov 2018
lethycya evelyn
167
0

O cyberbullying está em constante crescimento, visto que a interação das pessoas com a internet se encontra cada vez maior, principalmente entre os adolescentes.

Considerado uma agressão virtual, o cyberbullying funciona principalmente pelas redes sociais, onde os agressores utilizam de perfis falsos e sites desconhecidos para a prática pois é mais difícil reconhecer a identidade. São diversas suas formas de perseguição, tendo como exemplo:

  • Ameaças: onde os agressores mandam mensagens ou ligam para as vítimas com intuito de intimidar ou até mesmo chantagear.
  • Utilizar da identidade: Por meio de invasões aos arquivos da vítima usando as suas informações pessoais para se passar por outras pessoas.
  • Mutirão de difamação: Ocorre quando o agressor utiliza de informações comprometedoras ou falsas sobre a vítima divulgando em rede para gerar um desconforto em lugares públicos.

A agressão psicológica é a arma mais usada pelos agressores quando se trata de cyberbullying, o que acarreta diversos distúrbios à vítima, sendo alguns deles:

  • Transtornos alimentares
  • Depressão
  • Pensamentos Suicida
  • Insônia
  • Mudança constate de humor
  • Medo de receber qualquer notificação eletrônica

Um dos principais métodos de obter informações utilizada pelos agressores é o vírus virtual chamado Malware, próprio para invadir os arquivos pessoais do computador para assim obter senhas, fotos, documentos entre outras coisas que podem ser utilizadas como forma de ameaça.

Não há um modo exato para não ser uma vítima do cyberbullying, já que quem utiliza a internet sempre estará exposto a esse risco. Existem apenas meios que podem ajudar na segurança dos usuários, sendo eles: evitar divulgar informações pessoais na internet, privatizar as redes socais e aceitar apenas quem conhece pessoalmente, não enviar fotos comprometedoras em sites não confiáveis entre outros inúmeros cuidados com a segurança virtual.

Um dos meios mais aconselháveis pelos especialistas para evitar o cyberbullying na adolescência, se dá pela fiscalização dos pais ao que os filhos utilizam na internet, procurando sempre olhar os históricos de busca e checar com quem estão falando, observando também o comportamento dos filhos e procurar ajuda caso alguma anormalidade seja detectada.

O cyberbullying está incluso como um dos pontos de crime contra a honra. Se for identificado um caso, procurar a polícia para fins investigativos e punição do(s) agressor(es).

Portanto devemos sempre estar atentos quanto aos mecanismos e utilização da Internet, sempre nos policiando sobre as informações divulgadas nas redes e sobre as pessoas que envolvemos em nossas vidas virtuais.