O que é a depressão e aonde ela pode levar?

13 nov 2018
Rafael Gomes
190
0

Para falarmos de depressão, primeiramente, precisamos saber o que é essa doença. A depressão é um distúrbio afetivo que acaba por acompanhar a humanidade por muito tempo, pessoas com distúrbios de depressão apresentam vários sintomas, porém o mais importante, mais perigoso e com mais foco nas pesquisas é que em seu ápice leva à pensamentos suicidas.

Agora que já sabe-se o que é e ao que leva a depressão precisamos diferenciar ela da tristeza. Enquanto a tristeza é causada por um momento ruim no cotidiano da pessoa e que traz um sofrimento, que dura até a pessoa assimilar o que aconteceu ou está acontecendo, leva no máximo 20 dias. Já a depressão se instala na pessoa e sem um tratamento correto, não acompanhado por médicos, tende a piorar e passar por três fases, que são elas: Leve, moderada e grave.

As pessoas podem ter mudanças no humor, no comportamento, no sono, na cognição e no peso. Alguns sintomas psicológicos, abuso de substâncias ou falta de apetite também pode ser considerado sintomas de depressão, e isso requer um diagnóstico médico para que seja confirmado esse distúrbio. Por se tratar de um problema que se agrava aos poucos onde em alguns pacientes não é tratado com sua devida importância, isso leva à um problema que ocorre em apenas 30% dos casos, os pacientes não recebem um tratamento adequado e o agravamento dessa doença acaba por levar ao suicídio.

A depressão e o suicídio são muito relacionados, pois o agravamento severo deste quadro deixa o paciente no ponto de não querer mais viver e o mesmo acaba por se tornar um candidato em potencial ao suicídio. Mesmo que nem todos que tenham depressão acabem por ter a ideia de se suicidar, essa tendência a ter pensamentos sobre tem como fatores mais importantes: A gravidade do quadro depressivo; O uso de álcool e outras substâncias que levam situação existencial pessoal ou a presença de traumas psicológicos.

 

Em suma gostaríamos de apresentar e alertar a população os riscos e sintomas desta doença. Se você conhece alguém com um potencial depressivo, ou que tenha algum dos sintomas citados, alerte-o para que o mesmo vá imediatamente à uma consulta psicológica, para que ele possa ser tratado