Formar e qualificar profissionais para que estes se tornem agentes de mudanças!

Softwares Acadêmicos

Conheça o DreamSpark! Programa da Microsoft em parceria com institutos de educação.

Novidades

Categorias

Alunos Ilustres

Ex-alunos da Escola, os músicos Naná Vasconcelos e J. Michiles conversaram sobre o tempo em que estudaram juntos, no final da década de 50.

“Naquela época, Naná demonstrava que tinha talento artístico, participando de movimento teatral aqui na escola”, comentou J. Michiles. Entre os ex-alunos da ETEPAM estão importantes personalidades pernambucanas, a exemplo do artista plástico Abelardo da Hora com formação no curso Artes Decorativas no Colégio Industrial Prof. Agamenon Magalhães; do cantor e compositor Claudionor Germano; do maestro Mário Câncio; do maestro Ademir Araujo e do ex-prefeito do Recife, João Paulo que tem formação técnica em Edificações e Mecânica.

“Ir para a escola era algo prazeroso. Dava orgulho dizer onde estudávamos. Aqui, aprendi a ser cidadão.” O depoimento emocionado do compositor e ex-aluno J. Michiles dá a exata dimensão do que foi a Escola Técnica Professor Agamenon Magalhães (Etepam) na década de 1950. O Ex-prefeito João Paulo, acompanhado da coordenadora de Ensino Profissional e Tecnológico do Governo do Estado, Raquel de Queiroz, visitou as instalações dos laboratórios de mecânica e mecatrônica e lembrou o período em que foi estudante da Etepam, quando foi admitido em 1965. “Estudar em uma instituição como esta é uma excelente oportunidade para o aluno aprender uma formação e estar apto para o mercado de trabalho”, comentou João Paulo, que foi estudante do ginasial industrial e em seguida fez o curso técnico de edificação e mecânica.

Recentemente as equipes Embedded Brain e LevelUp Team, do Centro de Inovação da Microsoft na Escola Técnica Estadual Professor Agamemnon Magalhães (MIC-Etepam), se destacaram entre as melhores do mundo na etapa internacional da Imagine Cup, que aconteceu de 8 a 13 de julho, em Nova Iorque. A Embedded Brain ficou em quarto lugar entre as 20 equipes de todo o mundo que participaram da categoria Sistemas Embarcados. Já a LevelUp ficou em sétimo lugar entre 67 equipes que concorriam na principal categoria da competição, Software Design. O MIC-Etepam foi a única instituição brasileira não instalada num centro de excelência em ensino e pesquisa a classificar duas equipes para o mundial.

comments powered by Disqus