A ETEPAM vem desde 1928 trabalhando no desenvolvimento profissional de Pernambuco!

Softwares Acadêmicos

Conheça o DreamSpark! Programa da Microsoft em parceria com institutos de educação.

Novidades

Categorias

História

A atual ETEPAM (Escola Técnica Estadual Professor Agamêmnon Magalhães) foi criada como escola de artífices em 1910, mas inaugurada no formato original dezoito anos depois, em dezembro de 1928. Foi a primeira escola estadual do país com o perfil voltado para o ensino técnico.

A sede funcionava na Rua dos Coelhos, no Centro do Recife. No início, a unidade era voltada para a profissionalização de jovens do ensino fundamental, que assistiam às aulas de marcenaria e tornearia. Apesar de hoje serem considerados simples, esses cursos representaram um marco na época. No final da década de 1920, no auge da República velha a agricultura ainda era uma das principais atividades econômicas do país. Em 1946, sob a direção do gaúcho Aristides Brasil, a ETEPAM foi ganhando novo corpo. Passou a funcionar nas instalações atuais e, com olhar diferenciado e otimista do então governador a escola virou a “menina dos olhos” do governo.

Em 19 de janeiro de 1943 pelo Decreto-Lei Federal de nº 11.383 a escola passou a denominar-se Escola Industrial de Pernambuco (EIP) e o Presidente da República do Brasil era Getúlio Dornelles Vargas. A EIP iniciou oferecendo cursos como: Fundição; Serralharia; Mecânica de Máquinas; Mecânica de Automóveis; Máquinas e Instalações Elétricas; Carpintaria; Pintura; Marcenaria; Cerâmica e outros.

Em 1952 a Escola passa-se a chamar Escola Industrial Agamêmnon Magalhães (EIAM). Em 26 de junho de 1962 pelo Decreto Lei nº 722 a Escola passa a denominar Colégio Técnico Professor Agamêmnon Magalhães (CTPAM). Em 12 de dezembro de 1972 pelo Decreto Lei nº 2.618 a Escola muda a denominação para Centro Interescolar Professor Agamêmnon Magalhães (CIPAM). Em 25 de setembro de 1985 pelo Decreto Lei Estadual nº 796 a Escola passa a denominar Escola Técnica Estadual Professor Agamêmnon Magalhães (ETEPAM).

A ETEPAM voltou a atuar como escola de formação técnica em 1 de outubro de 2007 sob a gestão da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente. Nos quase dois anos de retomada, muitos esforços foram realizados com o objetivo de divulgar os cursos oferecidos pela instituição para a comunidade pernambucana, atualmente a ETEPAM disponibiliza os cursos:

 

Na modalidade Integrado:

– Mecânica

– Mecatrônica

– Logística

– Manutenção e Suporte em Informática.

Subsequente.

–Logística

– Manutenção e Suporte em Informática

– Edificações

– Mecânica

– Mecatrônica

– Química.

EAD (Ensino à Distância):

– Administração

– Biblioteca

– Informática

– Logística

– Recursos Humanos

– Segurança do Trabalho

– Secretária escolar

– Design de Interiores

– Comunicação Visual

– Multimeios didáticos.

Pró-funcionário.

– Multimeios didáticos.

– Secretária escolar

Médio Técnico.

– Mecânica

– Edificações.

comments powered by Disqus